Compensado, aglomerado, MDF … qual a diferença???

Você sabe a diferença entre compensado, aglomerado, MDF , MDP, fórmica, laminados de alta e baixa pressão…???

É importante saber, assim na hora de decidir a marcenaria do seu projeto você saberá avaliar o custo benefício do material usado, durabilidade, para não se arrepender depois!!!!

Antigamente, por possuir uma beleza natural, a madeira maciça era usada em todos os ambientes!
Com a escassez  de madeiras de lei, esses móveis ficaram caros demais, levando as indústrias a procurarem novas alternativas, surgindo assim, o compensado, o aglomerado, o MDF e o MDP!
Mas o que são? O que os diferem???
Vamos tentar entender as diferenças entre eles!

AGLOMERADO
aglomerado é uma chapa de madeira processada, com miolo composto de resíduos de madeira como pó e serragem, resina e cola, que após passar por processo de prensa se transforma em painel de madeira. As chapas não possuem acabamento, portanto, podem receber qualquer tipo de revestimento. Utilizado na fabricação de móveis de baixa qualidade montados com cavilhas e cola. Não é recomendado o uso de pregos e parafusos, devido ao risco de ocorrerem rachaduras.

Aglomerado

COMPENSADO

A introdução do compensado na marcenaria, tornou mais rápida a produção de móveis além de poder serem feitos planejados, sob medida. Pode ser encontrado no formato decorativo, e também e no formato crú, para ser revestido com fórmica ou outros materiais. Apesar de econômicos e versáteis os compensados não são sustentáveis pois precisam ser extraídos de toras de madeira de florestas, em geral com 25 a 35 anos de idade.

O  compensado  laminado é formado por algumas lâminas de madeira maciça coladas umas nas outras e prensadas com medidas variando entre 4 mm a 30 mm de espessura e dimensões igualmente variadas. Pode ser encontrado em quase todos os tipos de acabamento de madeira, mogno, cerejeira, imbuia, marfim entre outras. Alguns tipos usam ripas de madeira prensadas em forma de sanduíche sobre finas camadas de compensado que são chamados de sarrafeados ou multi sarrafeados que são usados, na maioria das vezes na confecção de portas pois  são mais resistentes, possuem menor chance de empenar. Podem ter função estrutural e são fornecidos com capas para folhear, ou com capas decorativas com essências de madeiras nobres. Suporta pregos e parafusos e tem densidade semelhante à da madeira.

 

MDF

O MDF (Medium Density Fiberboard), chapa de fibra de média densidade e o MDP (Medium Density Particle), chapa de partículas de média densidade são as alternativas mais sustentáveis do mercado, e segundo especialistas  a madeira do futuro!!!
Conhecido mundialmente e ecologicamente correto, o MDF é um painel de fibras de madeira, fabricado com resinas sintéticas, sendo sua composição homogênea em toda a sua superfície como em seu interior. Graças a sua resistência e estabilidade é possível obter-se excelentes acabamentos em móveis, artesanatos, molduras, rodapés, colunas, balaústres, divisórias, forros. Destaca-se pela possibilidade de ser pintado ou laqueado,  cortado, lixado, entalhado, perfurado, colado, pregado, parafusado, encaixado, moldurado. Proporciona excelente acabamento tanto com equipamentos industriais quanto com ferramentas convencionais para madeira.O MDF é oferecido ao mercado basicamente com três acabamentos: chapas cruas, chapas com revestimento laminado de baixa pressão e chapas com revestimento finish foil:
As chapas cruas são fornecidas ao usuário in natura de forma que possa ser realizado o acabamento das peças através de pintura, revestimento com PVC ou hot stamping;
O processo de fabricação é extremamente rigoroso. É um produto desenvolvido especialmente para uso interior. O produto não deve ser exposto à ação da água nem em ambientes com umidade excessiva. Possui certa resistência à água, mas não é imune à sua ação. Com om excesso de exposição pode “inchar”.  Isso acontece em qualquer tipo de chapa – seja MDF, MDP ou aglomerados. A umidade também favorece o aparecimento de fungos, o que contribui para a degradação do painel.

cc8a2ce096154e2fcb6797241bf4c952_mdpfoto-1156-577-c

MDP

MDP também é produzido com fibras de madeira porém o miolo da chapa é de baixa densidade.Com isso, este tipo de material tem uso mais limitado. Só deve ser usado em produtos que envolvam apenas o corte linear , indicado para a produção de móveis residenciais e comerciais de linhas reta, que não exijam usinagens em baixo relevo, entalhes ou cantos arredondados. Possui as mesmas vantagens estéticas e os mesmos acabamentos que o MDF. É um material com baixa resistência a umidade .

mdp-ou-mdf

 LAMINADOS DECORATIVOS.

Os Laminados decorativos são essenciais a confecção de móveis. Sem eles seria difícil conseguir dar aos móveis uma aparência agradável sem o uso de madeira maciça em todas as peças.
Existem vários tipos de laminas decorativas, entre elas, se destacam o laminado melamínico (fórmica) e as lâminas de madeira.

Laminados de madeira são chapas de MDF, de diferentes espessuras, em que são aplicadas lâminas de madeira, dando origem aos chamados laminados ou folheados. Essas lâminas são retiradas de troncos a partir de um processo de laminação por descascamento.

Laminado melamínico, conhecido como fórmica por ser esta a marca líder do mercado, é muito usado para revestimento de móveis e ambientes. Tem alta resistência ao desgaste, ao impacto de acidentes do dia-a-dia e à manchas.Tem grande  variedade de cores, desenhos e texturas e é aplicado com cola sobre móveis e paredes.  Existem cores lisas, fantasia de madeira e pedras. Pode também variar na textura, sendo disponível texturizado, madeirado, rajado, naturale, laca, escovado, canelado, metálico, brilhante e linho.

 

Neste grupo temos os acabamentos melamínico de baixa pressão, mais conhecido com BP; Finish Foil (FF); PVC; lâmina de madeira natural; hot stamping ou laminado plástico AP, a famosa fórmica, um material sintético isolante.

Baixa Pressão (BP):
Neste processo o papel decorativo (melamínico) é prensado sobre o painel de MDF ou aglomerado, sem a utilização de cola. Após a impregnação do papel com resina dá-se a montagem e o conjunto é levado a uma prensa plana na qual sofre os efeitos de temperatura e pressão, fundindo o papel ao painel, originando o revestimento BP.Possui média resistência a abrasão, por isso, é menos utilizado em tampos de mesas e armários de cozinha, sendo mais empregado na “caixaria” dos móveis destinados a estes cômodos.

ilustra_laminado02
Alta Pressão (AP):
Os papéis utilizados para Alta Pressão (fórmica)são os mesmos que para BP, o que difere é que sob Alta Pressão o papel decorativo é prensado com temperatura e pressão superior, tendo entre ele e o painel várias folhas de papel Kraft, e é impregnado com resinas que dão maior resistência à umidade. Devido a esta característica, somada a maior resistência à abrasão e impactos, é empregado em cozinhas e banheiros.Por causa das resinas que são aplicadas, tem aparência brilhante. A Fórmica é um tipo de Alta Pressão. É utilizado em móveis com bordas arredondadas, além dos com bordas retas, porque permite a curvatura da lâmina.

ilustra_laminado01

OSB

Temos o OSB , cuja utilização vem crescendo, podendo ser aplicado para fins estruturais no setor moveleiro e também em embalagens. É um produto de grande resistência mecânica, ecologicamente correto, durável e versátil. O OSB é um painel estrutural feito a partir de tiras perpendiculares de madeira, em camadas, aumentando sua resistência mecânica e rigidez. Essas tiras são unidas com resinas aplicadas sob alta temperatura e pressão.

 

Deu para perceber como é importante saber as diferenças para avaliar o custo benefício  na hora de escolher o acabamento marcenaria a ser utilizado na marcenaria, não é mesmo?!?!!!

Agora  quando perguntarem se você quer MDF , aglomerado, compensado, fórmica, etc …você já pode escolher com propriedade no assunto!!! :)))

11
2 discussões sobre
"Compensado, aglomerado, MDF … qual a diferença???"
  • Dani, boa tarde!

    Fantástico essa sua matéria sobre o assunto, como estou como uma decoração e na hora de tomar a decisão se era isso ou aquilo, aí que pintou uma ideia de realizar uma pesquisa sobre o assunto e aí que surgiu o seu Blog.
    Está muito bem elaborado e de fácil compreensão, agradeço-lhe de ter realizado esta belíssima matéria e não tenha dúvidas, que quando for tratar com o profissional que está realizando os trabalhos de decoração em minha residência, eu terei total condições de solicitar exatamente o que eu quero e não o profissional achar que isso e o melhor pra mim que nem sempre pode ser o melhor para minha casa.

    Muito Obrigado,
    Fabiano Pires

    • Olá Fabiano!!!Que bom que você gostou!O objetivo era exatamente esse, pois mesmo sendo arquiteta também passei algumas vezes por esse problema ao solicitar serviços de marcenaria! Imaginei como deveria ser difícil para o cliente escolher adequadamente dentre tantas opções!Estamos aqui a disposição! Se quiser sugerir temas para posts, fique à vontade, serão bem vindos!
      Abraço!
      Dani

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado